quarta-feira, 17 de abril de 2013

Sempre encantado pelo passado


É difícil explicar o que sinto por estes cenários, e mais difícil é explicar a minha necessidade de os reproduzir sempre que crio um novo jardim. Talvez isso explique a minha alegria sempre que consigo "salvar" materiais de um qualquer aterro, como os que encontrei num contentor de construção, numa rua em Sevilha, e que, por falta de espaço neste blog, mostro no blog novo: http://o-outro-bau-do-zejulio.blogspot.pt/

2 comentários: