quarta-feira, 23 de maio de 2012

Maio é um bom mês para enxertar alfarrobeiras...




...e não só. As alfarrobeiras, ou alfarrobeirões, como são conhecidas antes de serem enxertadas, são uma das árvores mais comuns no Algarve, e provavelmente foram introduzidas pelos Romanos nesta região, há muitas centenas de anos.
Durante este mês, os agricultores locais procedem à enxertia das alfarrobeiras, e foi o que fiz esta manhã. As árvores que enxertei hoje foram plantadas há três anos e, como já estão bem enraizadas, estão prontas para receber o enxerto. Este basicamente consiste em remover um pedaço da casca e substituí-lo por outro do mesmo tamanho, de uma alfarrobeira adulta, e com um "olhinho".
Tenho no terreno um velha alfarrobeira muito produtiva, onde arranjei um ramo, de onde tirei 18 cascas com "olhinhos" suficientes para enxertar 6 árvores. Como este trabalho deve ser feito nas horas de menor calor, deixei as restantes árvores para outro dia. 
Com maio, vem também a necessidade de pulverizar as videiras, de forma a proteger as plantas e os cachos do míldio e do oídio, e durante as próximas semanas é algo que tenho de repetir de 12 em 12 dias. 
Por fim, fui ainda mostrar a um amigo, que infelizmente não conseguiu descer, um dos segredos mais bem guardados do Algarve...O ponto azul na foto é o meu amigo!

9 comentários:

  1. Olá Zé Júlio,
    Que interessante a enxertia de alfarrobeiras, eu desconhecia completamente!! Já perdi a conta de tudo o que aprendi no seu blog.
    Boa continuação!

    ResponderEliminar
  2. Olá Zé. Para além das fotos e trabalhos de jardinagem/civil/paisagismo etc etc, homem dos 7 oficios, não me vinha à cabeça que também soubesses enxertar. Muito bem. Pois eu em 2007 mandei enxertar 11 alfarrobeiras minhas, vi como o enxertador fez e em 2010 enxertei eu próprio mais 15 e pegaram todas. Também nunca tinha visto fazer, quanto mais eu fazê-lo, mas fiz e deu certo. Ja estão bonitas mais altas que eu e só com 2 anos. Diziam os "antigos" que não se deveria enxertar em ano bissexto, mas mas....... Em Loulé um senhor ensinou-me mais umas coisas: Cortar parte da rama cerca de 1 terço qd se enxerta, depois mais ou menos um mês depois cortar o resto e caiar os troncos com cal(todo mesmo os enxertos) protege a planta do calor. Eu fiz isso e acho que terá dado resultado.Fazer a amarração das chapas, é este tipo de enxertia,com tiras de plástico relativamente resistente para que o enxerto não desiderate. Regá-las durante o verão agradecem muito e dão logo im pulo. Bem daqui a um mês já irás ver o resultado do teu trabalho. Que variedade de alfarrobeira é essa que possuis e que dizes ser muito produtiva? Eu enxertei 4 variedadeshermafrodita, Aida, Bravo Espargal a outra não sei o nome levou o enxertador de uma das dele e não fiquei sabendo o nome da variedade. Ainda tenho mais umas 7 para enxertar se calhar aproveitava a enxertar uma desse exemplar. Pois bom sucesso para o alfarrobeiral. Um Abraço.
    Moreno

    ResponderEliminar
  3. Para Julio e Luis.
    Obrigado por compartilhar tanto conosco durante um tempo, que, às vezes, não foi fácil, considerando as circunstâncias de nossa visita. Sua bondade e apoio foi inestimável para nós dois. Estou ansioso para o dia em que voltar a ver sectrets mais ocultos seu país tem a beutiful offer.thanks para você tanto que agora entendo porque Angela e Nigel amei o seu Portugal tanto. Seu país e que ambos têm um lugar especial em nossos corações. Amor do ponto azul no a foto (Howard) e Phyllis

    To Julio and Luis.
    Thank you for sharing so much with us during a time, that at times, wasn't easy considering the circumstances of our visit. Your kindness and support was invaluable to us both. I look forward to the day we return to see more hidden sectrets your beutiful country has to offer. Thanks to you both we now understand why Angela and Nigel loved your Portugal so much. Your country and you both have a special place in our hearts. Love from the blue dot in the the photo(Howard) and Phyllis

    ResponderEliminar
  4. Olá,Zè!

    Me agradou muito, as suas fotos e saber que você ama a vida, parabéns e
    aproveite bem o novo ano.

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde. Sou do Brasil e gostaria de adquirir algumas vagens para experimentar e aproveitar as sementes, mas por aqui não se encontra, há como enviar de aí pelos correios. Obrigado. jpritsch2@gmail.com

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde. Sou do Brasil e gostaria de adquirir algumas vagens para experimentar e aproveitar as sementes, mas por aqui não se encontra, há como enviar de aí pelos correios. Obrigado. jpritsch2@gmail.com

    ResponderEliminar
  7. E é permitido enviar sementes assim, de um continente pro outro? Duvido muito , viu. Os correios do Brasil não deixou a minha filha me enviar buchas com sementes. Entrei neste blog, pq estou com uma dúvida. Achei uma árvore que tem vagens enormes, mas não são alfarrobas comuns, notei que delas saía um melado. Experimentei e sabe bem. Vc sabe me dizer o nome?

    ResponderEliminar
  8. E é permitido enviar sementes assim, de um continente pro outro? Duvido muito , viu. Os correios do Brasil não deixou a minha filha me enviar buchas com sementes. Entrei neste blog, pq estou com uma dúvida. Achei uma árvore que tem vagens enormes, mas não são alfarrobas comuns, notei que delas saía um melado. Experimentei e sabe bem. Vc sabe me dizer o nome?

    ResponderEliminar
  9. Viva!Sabe dizer me quanto tempo demora a dar fruto uma alfarrobeira que foi enxertada?
    Li algures na internet que uma alfarrobeira (sem ser enxertada) demora cerce de 70 anos a dar vagens.Fico contente em saber que se faz enxertos e que provavelmente poderei comer vagens de árvores plantadas por mim.
    Obrigado pelo trabalho que faz neste blog.

    ResponderEliminar